Israel de norte a sul

Updated: Dec 21, 2020

Em pouco mais de 6 horas de carro, você é capaz de percorrer Israel do extremo sul ao extremo norte. Apesar da extensão territorial ser bem limitada, o viajante atento vai reparar a quantidade de vezes que a paisagem, a vegetação e o clima vão se transformando. Do deserto de pedras, passando pelas montanhas de Jerusalém, a orla mediterrânea, o verde das florestas, cortando os campos de agricultura até avistar o pico branco de neve no Monte Hermon. Definitivamente, a diversidade mora aqui. Vamos ver algumas paisagens de Israel!

Comecemos com o deserto “midbar” (no último módulo do curso de hebraico ensinamos sobre o radical da palavra “midbar” e os eventos bíblicos que aconteceram no deserto). O nome do nosso deserto é נגב negev. Negev vem da palavra lenaguev que é secar.




A metrópole israelense


Passamos para um grande centro urbano. Praticamente uma metrópole, Tel Aviv, é o polo financeiro e comercial do país. É uma cidade extremamente cosmopolita, com restaurantes requintados, empresas de tecnologia e uma orla de tirar o fôlego. O nome Tel Aviv é simbolicamente bem sionista. É uma tradução para hebraico, metafórica, do livro de Herzl, altneuland. A tradução literal seria a velha nova terra. Esse contraste do velho com o novo é uma das principais marcas de Israel. A história e a modernidade residem aqui em considerável harmonia.

Para onde vão os rios?

O Rio Jordão