Os Nomes de Israel

São muitos os apelidos que Israel acumulou ao longo de sua extensa história. O próprio Tanach (Bíblia hebraica), usa termos bem variados quando se refere a esta terra. Além dos bíblicos, há os apelidos usados por quem mora aqui e há os apelidos mais modernosos que representam a forma como o mundo vê Israel hoje em dia. Vamos falar sobre alguns deles.

Terra Santa - Eretz Hakodesh

Terra Santa - Eretz Hakodesh


Começamos pelo mais difundido e provavelmente o mais antigo deles: A Terra Santa ארץ הקודש Eretz Hakodesh.

O berço espiritual de diferentes religiões, desde a antiguidade, até hoje atrai pessoas que vêm aqui se conectar com a sua fé e estudar a sua história.





A terra do leite e mel

A Terra do Leite e do Mel

Assim Deus se refere à Terra de Israel quando se revela a Moshé pela primeira vez na forma de um arbusto em chamas que não queima. Ele promete que o conduzirá a uma terra que emana leite e mel, uma imagem que evoca abundância tanto material quanto espiritual.

O mel em questão provavelmente não era o das abelhas e sim o das tâmaras. Quem já passeou por Israel certamente reparou na quantidade de tamareiras que embelezam a paisagem e nos tipos mais variados de tâmaras que há nos mercados. O leite, seguramente é o de cabras e ovelhas, que produz laticínios deliciosos até hoje. Ou seja, podemos com tranquilidade afirmar que o apelido segue relevante até os dias atuais, inclusive há uma música popular com essa citação bíblica comumente ensinada nas escola e jardins de infância, cantada com bastante afinco no dia da independência. Tudo isso conecta o país, a cultura e o povo ao longo da história de uma forma bem interessante.


Sião - Tzion

Sião - Tzion

Tzion é o monte que fica no centro de Jerusalém. O monte onde os judeus construíram e reconstruíram o Templo e cujo nome passou a simbolizar a própria cidade de Jerusalém, a capital eterna do judaísmo. Ao longo dos mais de 2000 anos de dispersão, muitas foram as poesias e canções escritas abordando as saudades que o povo sentia de Tzion. Assim, este termo, passou a simbolizar não só o monte, nem só a cidade, mas a totalidade do que seria o território soberano judaico. No fim do século XIX, ao escolher um nome para o movimento nacionalista que advogou, com sucesso, a construção de um Estado moderno e democrático para os judeus, Tzion foi escolhido. O Movimento Sionista deve seu nome e inspiração ao centro a partir do qual a cultura judaica se estendeu.

Startup Nation - A nação das Startups

Startup Nation - A nação das Startups, do empreendedorismo e da tecnologia


Bom, esse não vem da Bíblia ;) O termo se difundiu após o livro recorde de vendas: Nação Empreendedora - o Milagre Econômico de Israel e o Que Ele Nos Ensina, escrito por Dan Senor e Saul Singer. Eles analisam o que faz de Israel um território tão fértil para o empreendedorismo e pontuam que Israel é um país majoritariamente de imigrantes. A imigração já é uma espécie de empreendedorismo pessoal. São pessoas que estão mais dispostas a correr riscos e construir algo do zero.

Além disso, o serviço militar obrigatório para homens e mulheres faz com que os jovens desenvolvam um forte senso de responsabilidade, em um ambiente onde a criatividade e a inteligência são altamente valorizadas. Outros pontos incluem uma sensação de insatisfação com o estado atual das coisas, a familiaridade da população com tecnologia e políticas governamentais que fomentam o empreendedorismo.

E assim Israel, no alto de seus 70 anos, torna-se um ator improvável, porém admirável no ecossistema global de inovação tecnológica.


Eretz Israel - A terra de Israel

Eretz Israel - A terra de Israel

O último apelido é o mais singelo, aquele do dia a dia que ninguém nem percebe que é um apelido. Aretz ou eretz. Aqui em Israel, chamamos o país de aretz, terra. אני בארץ ani baaretz, eu estou em Israel ou literalmente, eu estou na terra. Interessante, não?!


518 views0 comments

Recent Posts

See All